top of page
Search
  • Writer's pictureAureo Lustosa Guerios

Por que ler As Horas de Michael Cunningham?

1) Uma janela para a obra de Virginia Woolf

Em As Horas (The Hours, 1998), Michael Cunningham narra a história de três mulheres que vivem em épocas diferentes: Virginia Woolf, Mrs Brown e Clarissa Vaughan. Woolf é retratada no momento em que escreve uma de suas obras mais icônicas, Mrs Dalloway (1925); Mrs Brown vive no ano de 1949, é esposa de um veterano de guerra e lê o romance de Woolf; Clarissa Vaughan vive no ano de 1999 e organiza uma festa para um amigo que está em estado terminal em decorrência do HIV. O fio condutor que as une é a obra de Woolf, pois as vidas das três personagens espelham o enredo e os símbolos de Mrs Dalloway.


2) Romance ganhador do Pulitzer

O romance de Michael Cunningham foi muito bem recebido pela crítica e, no ano seguinte de sua publicação, ganhou dois dos mais importantes prêmios de literatura: o Pulitzer Prize e o PEN/Faulkner Award. A organização do prêmio Pulitzer descreve o romance como "Passionate, profound and deeply moving" e o autor, Michael Cunningham como um dos melhores escritores de sua época.


3) Prosa refinada à la Woolf

Em The Hours, Michael Cunningham recupera um pouco da tradição modernista de Virginia Woolf e a coloca em contexto com sua prosa contemporânea, marcada por questões de gênero e sexualidade. A obra tece a história de três mulheres de maneira magistral e interliga a vida psicológica das personagens através do uso de técnicas como o fluxo de consciência e a alternância de foco narrativo.

4) Temas significativos

O romance trata de diferentes questões importantes, como a sexualidade, gênero, saúde mental e o HIV. The Hours reflete sobre a vida de mulheres que enfrentam esses diferentes contextos em épocas que veem essas pautas de maneiras distintas. Além disso, o autor conecta a necessidade de falar sobre sexualidade e gênero - temas já bastante discutidos na obra de Virginia Woolf - com uma questão contemporânea: a epidemia de HIV e o preconceito contra pacientes soropositivos. O romance foi lançado em 1998, portanto, no calor das discussões sobre o impacto da doença no mundo contemporâneo.

"As Horas" de Michael Cunningham é uma obra de profunda importância literária, conhecida por sua exploração magistral das vidas interconectadas de três mulheres de diferentes épocas. Inspirada em "Mrs. Dalloway" de Virginia Woolf, a narrativa habilmente tece as histórias de Virginia Woolf, uma dona de casa nos anos 1950 e uma editora moderna, revelando paralelos entre suas experiências e desejos.  O romance mergulha nas complexidades da psicologia feminina, explorando questões de identidade, sexualidade e conexão humana. Ao unir as histórias através do enfoque na passagem do tempo e na busca por significado na vida cotidiana, Cunningham captura a essência da existência humana.  "As Horas" também destaca o impacto duradouro de Woolf na literatura e a influência da sua obra em gerações subsequentes de escritores. Através de sua prosa sensível e intrincada, Cunningham presta uma homenagem eloquente à autora enquanto amplifica as vozes das personagens contemporâneas.  Em resumo, "As Horas" é importante por sua abordagem inovadora à intertextualidade, sua exploração profunda das experiências femininas e sua reflexão sobre o tempo e a humanidade, deixando uma marca significativa na história da literatura contemporânea.

5) Adaptação pra o cinema

A adaptação para o cinema de título homônimo foi lançada em 2002. Estrelada por uma tríade de atrizes magnífica - Meryl Streep, Julianne Moore e Nicole Kidman -, a adaptação fílmica de The Hours também foi muito bem recebida pela crítica. O filme ganhou o Oscars em diferentes categorias, como "Best Picture", "Best Leading Actress" para Nicole Kidman e "Best Screenplay".


As Horas não é um texto fácil de se ler. Porém nossos alunos adoraram a experiência de leitura já que existe um paralelo muito forte com a obra de Virginia Woolf. Uma das vantagens de participar do A Book a Month é justamente a de conseguir ler textos complexos e experimentais com a assistência de dois doutores em literatura comparada!

5 views0 comments

Recent Posts

See All

Kafka

Comentários


bottom of page