top of page
Search
  • Writer's pictureAna Carolina Torquato

Truman Capote: glamour, ficção e jornalismo

Truman Capote foi um importante jornalista estadunidense - trabalhando para a New Yorker desde os 17 anos - e uma figura central da literatura do século XX. Um jornalista respeitado, Capote cobriu uma ampla gama de tópicos, de moda a política, e entrevistou diversas personalidades famosas da época. No entanto, a vida de Capote também foi marcada por desafios pessoais resultantes de seu estilo de vida extravagante e sua dependência de entorpecentes.



Truman Capote (1924-1984) foi um importante escritor e uma figura marcante na literatura do século XX. Sua carreira é notável por sua prosa brilhante e estilo literário distintivo, que combinava observação minuciosa, emoções profundas e narrativa envolvente. Ele ganhou destaque com obras como "Bonequinha de Luxo" e "A Sangue Frio".  Capote é importante porque desafiou as fronteiras da literatura convencional, introduzindo técnicas jornalísticas na escrita de não-ficção e romances de ficção. "A Sangue Frio" é frequentemente considerado o primeiro romance não-ficcional, no qual ele investigou um assassinato real com detalhes meticulosos.  Sua habilidade em retratar a complexidade da psicologia humana e criar personagens vívidos trouxe uma nova dimensão à ficção contemporânea. Além disso, sua natureza excêntrica e carismática o transformou em uma figura icônica na cena literária e social da época.  No entanto, sua carreira também foi marcada por altos e baixos, incluindo lutas pessoais com vícios e controvérsias. Ainda assim, seu legado perdura por meio de sua contribuição única para a literatura moderna, seu pioneirismo em gêneros literários e sua capacidade de explorar os cantos mais profundos da alma humana, tornando-o uma figura essencial e inspiradora no mundo literário.


O sucesso cinematográfico

Breakfast at Tiffany's (1958) é uma das obras mais famosas de Capote. A obra narra a história de uma mulher excêntrica, mas encantadora, que busca uma vida glamorosa na Nova York dos anos 1940. Adaptado para o cinema em 1961 e estrelado por Audrey Hepburn, o filme homônimo solidificou o status de Capote como um dos grandes escritores de sua geração.

Uma revolução no romance policial

No entanto, o maior trunfo de sua carreira foi a publicação de In Cold Blood, em 1965. O livro narra um assassinato brutal e é inteiramente elaborado com fatos reais. Por misturar técnicas jornalísticas e elementos novelísticos, a obra foi um dos primeiros exemplos do novo gênero da literatura não-ficcional. A abordagem pioneira seria adotada fervorosamente pelo New Journalism dos anos 1960, além de causar uma revolução na escrita de romances policiais. A obra se tornou um best-seller.


A amizade com Harper Lee

Além de suas realizações literárias, Capote foi conhecido por sua amizade com a escritora Harper Lee, a autora do genial To Kill a Mockingbird (1960). Os dois eram amigos de infância e mantiveram uma relação próxima ao longo de suas vidas. A amizade exerceu uma influência significativa em suas carreiras, Lee até mesmo o ajudou a conduzir as entrevistas e anotações que seriam usadas por ele para escrever In Cold Blood.


Truman Capote é um dos autores que adoramos aqui no A Book a Month! Nós leremos Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany's) no curso Novels Intermediate esse semestre. Venha praticar inglês através desta obra-prima do século XX!

5 views0 comments

Recent Posts

See All

Kafka

Comments


bottom of page